Fernando A. Tolkien

Constantemente aparece aquela pergunta na minha cabeça, quem sou eu? O que sou eu?Talvez a palavra certa seja confusão.
Acho que não só eu, mas a humanidade, é uma grande confusão. Acredito que você não consegue descrever alguem de um jeito certo por algo que ela é, e sim por algo que ela pode ser.
Até pouco tempo atrás não me achava o tipo poeta ou algo parecido, mas percebi que não existe esse tipo. A única fórmula para escrever é sentir. Escrevo o que sinto e penso e não me pretendo me prender a temas ou tipos textuais.
Eu realmente não sei o que esperar de mim, e vou ser eternamente um complexo ponto de interrogação. Mas acredito que isso apenas torne a minha vida mais divertida. Pessoas que se dizem um ponto final são chatas, elas não sabem o que é viver a vida, sentir a vida. E é isso que eu vou realmente lutar pra não ser, quero sempre tentar me descobrir cada vez mais, mesmo sabendo que isso nunca terá fim.
Talvez seja por essa luta que eu tenha começado a escrever.

Fernando A. Tolkien

Anúncios

Deixe seu comentário =)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s